Menu

Jovem que matou e concretou corpo de mulher em casa é condenado em Minas

Um jovem de 20 anos foi condenado a 21 anos de prisão pelo Tribunal do Júri de Juiz de Fora, na Zona da Mata, após matar uma mulher em 2020. Depois do crime, ele ainda concretou o corpo da mulher debaixo de um sofá no quarto da própria mãe. O julgamento ocorreu na semana passada e foi divulgado nessa segunda-feira (23) pelo Ministério Público de Minas Gerais.

Foto: montagem / MPMG e Redes SociaisFoto: montagem / MPMG e Redes Sociais

Segundo a denúncia do MP, a vítima foi encontrada em um buraco concretado no chão do quarto da mãe do réu, após ficar duas semanas desaparecida. A mãe do condenado tinha uma dívida de R$ 26 mil e encontrou no crime a possibilidade de não pagar a quantia.

Com isso, mãe, namorado, filho e filha planejaram a emboscada. Eles chamaram a mulher na casa da família com a promessa de que fariam o pagamento. A dívida era decorrente de um "atendimento espiritual". Ainda segundo o MP, quando a mulher chegou na casa da família, "foi morta de forma cruel, por estrangulamento, ficando em agonia por cerca de 40 minutos, até ser colocada debaixo do chuveiro e ir a óbito”.

O promotor de Justiça Lucas Nacur Almeida Ricardo apontou que os envolvidos ocultaram o corpo da mulher, que foi alocado em "um tambor metálico com cimento, areia, cal e ferramentas, e enterrado embaixo de um sofá no quarto da mãe". Uma das acusadas, que não foi especificada se a mãe ou a filha, ainda usou documentos e cartões que estavam na posse da vítima para furtar R$ 100 de uma conta bancária em nome da mãe da mulher morta.

A acusação argumenta que crime foi premeditado, planejado e preparado pela mãe do condenado e pelo então companheiro dela, com o conhecimento de todos os envolvidos.

Os outros três envolvidos no crime recorreram da sentença que determinou o julgamento pelo Tribunal do Júri e aguardam julgamento. O jovem condenado não poderá recorrer da condenação em liberdade.

Com O Tempo e Estado de Minas



Publicidade

Links patrocinados MGID