Menu

Gasmig decide congelar preço do gás natural veicular por 90 dias em Minas

A Companhia de Gás de Minas Gerais (Gasmig) decidiu congelar por 90 dias o preço do gás natural veicular (GNV). A medida visa estimular motoristas a converter o carro em alternativa ao uso da gasolina e do álcool que têm tido sucessivos aumentos.

Foto: Fiat/DivulgaçãoFoto: Fiat/Divulgação

“A Gasmig vem fazendo um trabalho há cerca de três anos para termos uma frota maior de veículos movidos à gás natural em Minas Gerais. Achamos que dar ao usuário GNV estabilidade no preço por um período de 90 dias seria muito bom para ganhar confiança para quem consome e para quem quer mudar para o GNV nesse momento”, explica o presidente da companhia, Pedro Magalhães.

De acordo com a Gasmig, atualmente Belo Horizonte tem cerca de 30 mil veículos movidos por GNV.

Magalhães explica que com R$ 50 o motorista consegue percorrer 200 quilômetros com GNV. Com o mesmo valor o condutor percorreria 96 km com gasolina e com etanol, no máximo, 90 km.

O preço médio do metro cúbico do GNV em Belo Horizonte e na Região Metropolitana é de R$ 3,40. Valor abaixo do praticado com o litro do etanol, que é negociado em uma média de R$ 4,12, além do litro da gasolina, com média de R$ 5,57.

Para aumentar ainda mais a frota, a Gasmig também lançou uma campanha que tem como público-alvo motoristas de táxi e aplicativos. “Eles recebem um bônus de R$ 2 mil quando convertem o veículo. O cidadão comum e frotista recebe o bônus de mil reais”, explica Magalhães.

Com Itatiaia





Publicidade

Links patrocinados