Menu

Hospital Nossa Senhora das Graças divulga nota sobre decisão da prefeitura

O Hospital Nossa Senhora das Graças vem informar que, conforme anunciado em coletiva de imprensa concedida no dia, 13/11/09, pelo secretário municipal de Saúde de Sete Lagoas, Dr. José Orleans, a Maternidade Odete Valadares do Hospital Nossa Senhora das Graças sofrerá intervenção do Poder Público Municipal a partir das 19h da mesma data.

A decisão tomada pelo prefeito municipal de Sete Lagoas é desfecho de uma negociação sem resultados entre a Secretaria Municipal de Saúde e o grupo de obstetras atuantes na maternidade que exigem outros benefícios.

É importante esclarecermos que a intervenção é temporária, com duração inicial de 90 dias,
podendo ser este prazo diminuído ou estendido. E que durante este período, a assistência às gestantes de Sete Lagoas e região estará integralmente garantida por meio apenas do SUS (Sistema Único de Saúde), sendo o protocolo de internação o mesmo de antes.

O Hospital Nossa Senhora das Graças não poupou esforços para um entendimento entre a Secretaria Municipal de Saúde e o Grupo Médico de Obstetras, sendo intermediário na negociação.  Porém, dada a decisão de 13/11/2009, a instituição agora aguarda por uma conclusão satisfatória para ambos os envolvidos e que privilegie em primeiro lugar a comunidade.

Nos colocamos à disposição para demais esclarecimentos.

MARY RETT
COMUNICAÇÃO- HNSG
Site HNSG: www.insg.org.br

Publicidade

Comentários   

Wladmyr Martins
0 #1 Wladmyr Martins 12-06-2015 17:29
Um Absurdo, a Atendente Gislene ( Nome real ou ficticio que me passou hoje ) nos tratou com indiferença, negligência absoluta, e se não estavamos satisfeitos que fossemos para o Hospital da Unimed. Um Total absurso manter alguém tão despreparada num Hospital Lotado de paciêntes à espera.
Citar

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar