Menu

Sete Lagoas > Notícias > Esportes

Ainda no ano de seu centenário, Democrata é homenageado na Câmara

  • Categoria: Esportes

Os laços que unem sete-lagoanos e o Democrata Futebol Clube são ainda maiores do que se pode imaginar. Na Sessão Solene que homenageou o centenário do clube alvi-rubro, na noite da última quinta-feira, 18, na Câmara Municipal, a pedido do vereador Cláudio Caramelo, PT, todos os parlamentares presentes contaram episódios relacionando um membro da família à história do Jacaré. Alguns, inclusive, foram jogadores, como o vereador Joaquim Gonzaga (PSL).

Plenário ficou cheio para sessão em homenagem ao Jacaré / Foto: Divulgação CâmaraPlenário ficou cheio para sessão em homenagem ao Jacaré / Foto: Divulgação Câmara

Antes dos pronunciamentos, um minidocumentário, veja abaixo, foi exibido para contar um pouco sobre a trajetória de sucesso do Democrata. O vídeo mostrou os momentos gloriosos, as dificuldades e as conquistas, como a aquisição da Arena do Jacaré.

A homenagem contou com as presenças de conselheiros, torcedores e torcida organizada, além de vários vereadores. De acordo com o autor do requerimento, Cláudio Caramelo, a história do Democrata se confunde com a história de Sete Lagoas e com a vida das pessoas.

Presidente Emílio recebe homenagem de Caramelo, que pediu a sessão, e Marcio Paulino / Foto: Divulgação CâmaraPresidente Emílio recebe homenagem de Caramelo, que pediu a sessão, e Marcio Paulino / Foto: Divulgação Câmara

"Cada um de nós tem um caso para contar. É um momento de festa, de comemoração, além de um convite a todos, tanto a sociedade quanto o poder público, de ajudar o Democrata a voltar de onde ele não devia ter saído", cobrou o vereador, se referindo à primeira divisão do Campeonato Mineiro.

Emoções e homenagens à parte, o presidente do clube, Emílio de Vasconcelos, também aproveitou a oportunidade para conclamar a população e o poder público a ajudar o time de Sete Lagoas. "Quero agradecer toda essa história, essas páginas que trouxeram o Democrata até aqui, mas também cobrar, pedir a Sete Lagoas, às nossas autoridades, que nos abracem neste momento, porque o Democrata deu retorno a vida inteira para Sete Lagoas e ele quer continuar dando esse retorno", desabafou.

Segundo o presidente, para manter o Recanto do Jacaré e os salários dos funcionários em dia, as receitas vêm de pequenos aluguéis e não são suficientes. Emílio disse que o Democrata chegou a montar uma equipe para disputar o campeonato Sub-20 este ano, mas não conseguiu viabilizar recursos, e que para montar uma equipe profissional seriam necessários R$ 500 mil anuais.

"O Democrata dá prejuízo mensalmente mesmo sem disputar campeonatos. Aí é impossível disputar com as próprias pernas, como temos que disputar ano que vem, com jogadores dormindo e se alimentando no Recanto, viajando, recebendo salários, enfim, as despesas são imensas", completou Emílio.

O presidente concluiu pedindo aos vereadores para que seja proposto um projeto de lei de subvenção municipal para que o Democrata possa voltar à elite do futebol mineiro. "Deveria ser um projeto da Câmara, não de um vereador. Acho que é possível e temos que correr atrás. Mas além da Câmara, acho que a própria sociedade, os empresários também poderiam apoiar", sugeriu Caramelo.

 


Com ascom Câmara

Últimas Notícias - Esportes

Joyeix -  Entrou 31/10