Menu

Morador leva susto ao receber conta de luz de R$ 84,9 mil

O morador Luan Cristiano Albano, de Araranguá, no Sul catarinense, recebeu a conta de luz na terça-feira (23) e levou um susto com o valor. No mês de outubro, a fatura dele chegou com o valor total de R$ 84.927,35.

Foto: Julio Cavalheiro/Secom/Divulgação/NDFoto: Julio Cavalheiro/Secom/Divulgação/ND

O radiologista não quis chamar as Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc) quando viu a fatura. Ele divulgou o caso por meio da imprensa, e decidiu não pagar o valor. Após a repercussão, a empresa enviou uma fatura com o valor corrigido, que ficou em R$ 161,39. 

"Primeiramente, eu levei um susto e depois eu comecei a rir sozinho, nervoso. Pensei que ía ter que vender minha casa, vender meu carro pra pagar essa conta, mas até uma pessoa leiga vê que tá errado", disse.

Em nota, a Celesc disse que o problema foi causado pela substituição dos medidores de energia convencionais por novos. A empresa lamentou o ocorrido e disse que mais 9.374 pessoas receberam faturas com o valor alterado.

"A distribuidora enviará, durante esta semana, novas faturas, sem a cobrança referente ao consumo residual. Os clientes que já efetuaram o pagamento serão ressarcidos automaticamente na próxima fatura, disse.

Segundo Luan, que mora em uma casa de 64 metros quadrados, junto com a mulher e a filha pequena, a conta indicava o consumo de cerca 90.903 W por hora, o que, segundo ele, é o gasto de uma empresa de grande porte.

Como faz uma obra na casa, chegou a se questionar sobre o valor da primeira fatura poderia ser verdadeiro. No entanto, outros vizinhos se queixavam da conta de luz ter aumentado no mês.

"A gente não pode confiar na próxima fatura que vier. Vou fazer sempre o cálculo, se for um valor exacerbado, eu vou reivindicar de novo", afirmou.

Com g1




Publicidade

Links patrocinados MGID