Menu

Dezesseis equipes e um objetivo / Coluna / Álvaro Vilaça / Tempo Esportivo

Está tudo programado para que a bola volte a rolar pela Copa Eldorado / Elétrica Norte nos gramados de Sete Lagoas. Agora, resta saber se as condições climáticas irão permitir a realização dos jogos!

Foto: Reprodução/InternetFoto: Reprodução/Internet

Devido às fortes chuvas que caíram nos últimos dias na região, a direção da Rádio Eldorado e a Coordenação da 29ª Copa Eldorado / Elétrica Norte, decidiram adiar os confrontos das oitavas-de-final do campeonato, uma vez que os campos ficaram completamente alagados e sem condições de jogo. Tal decisão também objetivou preservar a integridade física dos atletas.

Com o adiamento das partidas das oitavas-de-final, que ocorreriam no final de semana passado, para sábado e domingo próximos, os jogos das quartas-de-final deverão acontecer nos dias 22 e 23 de janeiro e, se as condições climáticas permitirem, os confrontos das semifinais, acontecerão entre terça (25) e quinta-feira (27), para que a grande final e a disputa do terceiro lugar sejam realizadas no dia 30 de janeiro, como previsto no calendário.

Por falar nisso, numa decisão que levou em conta também o aconselhamento das autoridades de segurança, tanto as semifinais, quanto a decisão do terceiro lugar e do título serão disputadas no Estádio Emílio de Vasconcelos Costa, o Campo do Ideal, com limitação de número de torcedores presentes.

Abaixo, você confere a programação de jogos previstos para o final de semana:

Os times que vencerem os confrontos acima estarão garantidos na fase de quartas-de-final. Se por ventura, algum jogo terminar empatado, a decisão da vaga será feita em cobrança de pênaltis.

Todas as informações adicionais, resultados, próximos jogos, entrevistas e demais novidades desta edição da Copa Eldorado / Elétrica Norte estão sendo divulgadas nas redes sociais da Rádio Eldorado, na programação esportiva da emissora, nos programas Tempo Esportivo (11 horas da manhã), Eldorado nos Esportes (5 horas da tarde), Resumo Esportivo (aos sábados, às 11 horas da manhã), no Jornal Hoje Cidade, nos sites www.eldorado1300.com.br, www.portalsete.com.br, ou ainda nos veículos de comunicação parceiros do evento: www.setelagoas.com.br, Webtv Vitrine e Tv Sete Lagoas (Canal 08 NET), dentre outros.

Palmeiras tentará reconquistar a hegemonia do Brasil no Mundial de Clubes

O Mundial de Clubes é um sonho de consumo para muitas equipes, principalmente sul-americanas, e é a principal competição entre times em todo o planeta.

Disputado desde 1960, o Mundial de Clubes já teve o formato alterado diversas vezes. O atual modo de disputa está em vigor desde 2005, mas já houve decisão em jogos de ida e volta, melhor de três, jogo único e até um novo formato que está engavetado devido à pandemia do novo coronavírus (a cada quatro anos, com mais times, e que estava programado para estrear em 2021).

O São Paulo continua sendo o clube brasileiro com mais títulos mundiais, com três conquistas (1992, 1993 e 2005). Porém, o Tricolor está muito distante dos sete títulos que o Real Madrid conquistou (foram quatro nos últimos seis anos). Ainda assim, o Palmeiras, com o título conquistado sobre o Flamengo em 2021, tem a chance de entrar no grupo de campeões na disputa do próximo Mundial de Clubes, cujo realização está confirmada para fevereiro, nos Emirados Árabes.

VEJA A LISTA DE TÍTULOS DO MUNDIAL DE CLUBES:

Real Madrid (Espanha): 7 (1960, 1998, 2002, 2014, 2016, 2017 e 2018)
Milan (Itália): 4 (1969, 1989, 1990 e 2007)
SÃO PAULO: 3 (1992, 1993 e 2005)
Bayern de Munique (Alemanha): 4 (1976, 2001, 2013 e 2020)
Barcelona (Espanha): 3 (2009, 2011 e 2015)
Boca Juniors (Argentina): 3 (1977, 2000 e 2003)
Inter de Milão (Itália): 3 (1964, 1965 e 2010)
Nacional (Uruguai): 3 (1971, 1980 e 1988)
Peñarol (Uruguai): 3 (1961, 1966 e 1982)
CORINTHIANS: 2 (2000 e 2012)
SANTOS (Brasil): 2 (1962 e 1963)
Ajax (Holanda): 2 (1972 e 1995)
Juventus (Itália): 2 (1985 e 1996)
Manchester United (Inglaterra): 2 (1999 e 2008)
Porto (Portugal): 2 (1987 e 2004)
FLAMENGO (Brasil): 1 (1981)
GRÊMIO (Brasil): 1 (1983)
INTERNACIONAL (Brasil): 1 (2006)
Atlético de Madrid (Espanha): 1 (1974)
Borussia Dortmund (Alemanha): 1 (1997)
Estrela Vermelha (Sérvia): 1 (1991)
Estudiantes (Argentina): 1 (1968)
Feyenoord (Holanda): 1 (1970)
Liverpool (Inglaterra): 1 (2019)
Olímpia (Paraguai): 1 (1979)
Racing (Argentina): 1 (1967)
River Plate (Argentina): 1 (1986)
Vélez Sarsfield (Argentina): 1 (1994)

O Brasil segue bem posicionado, quando a análise é feita por países, incluindo todos os clubes campeões. Inclusive, se o Palmeiras conquistar o Mundial no mês que vem, o nosso país dividirá o topo do ranking com a Espanha, primeira colocada no quadro der conquistas. Veja os números:

Espanha: 11
Brasil: 10
Itália: 09
Argentina: 06
Uruguai: 06
Alemanha: 05
Inglaterra: 03
Holanda: 03
Portugal: 02
Sérvia (antiga Iugoslávia): 01
Paraguai: 01



Publicidade

Links patrocinados MGID