Menu

Cuca tenta conquistar o Campeonato Brasileiro pela segunda vez / Coluna / Álvaro Vilaça / Tempo Esportivo

1º Tempo

Bom sinal! Com a vitória sobre a Chapecoense no último final de semana, o Ceará se juntou ao Atlético e o Palmeiras e é um dos melhores mandantes da Série A do Campeonato Brasileiro. Os três times somaram 22 pontos dentro de casa até a 22ª rodada.

Foto: Reprodução/InternetFoto: Reprodução/InternetO melhor retrospecto, no entanto, é do Atlético, líder do campeonato, que precisou de nove partidas para chegar a essa pontuação. Foram sete vitórias, um empate e uma derrota no período, com 19 gols marcados e só cinco sofridos.

Palmeiras e Ceará, por outro lado, têm campanhas mais parecidas. Os dois disputaram 11 jogos, mas chegaram aos pontos de forma diferente. O segundo colocado do Brasileirão venceu sete partidas, empatou uma e perdeu três. Já o Vovô ganhou em seis oportunidades, empatou quatro vezes e perdeu em somente um jogo. No saldo de gols, a vantagem é dos cearenses, que balançaram a rede 15 vezes e sofreram oito gols. Os paulistas fizeram 20 gols, mas sofreram 16.

O desempenho fora de casa sempre foi uma questão para o Atlético. Não em 2021. Nesta temporada, o time de Cuca mostra, até aqui, uma campanha como visitante quase tão boa quanto como mandante. Em 12 jogos, o time alvinegro tem sete vitórias, três empates e duas derrotas como visitante.

Cuca tem ressaltado que o Atlético só é líder do Brasileirão, com vantagem de oito pontos para o Palmeiras, segundo colocado, por conta da campanha que vem fazendo longe do Mineirão.

A partir de agora, cada jogo será uma decisão. O Galo tenta conquistar o Brasileirão para quebrar o tabu de 50 anos sem levantar a taça da principal competição do país.

2º Tempo

A situação é cada vez mais aflitiva! No começo de setembro, quando faltavam 16 rodadas para o fim da Série B do Campeonato Brasileiro, o técnico Vanderlei Luxemburgo traçou uma meta para o Cruzeiro: vencer dez jogos e pontuar pelo menos em outros cinco. Desde que essa aritmética audaciosa passou a valer nos cálculos cruzeirenses, o time venceu apenas uma vez (Ponte Preta), empatou duas (Operário e Vasco) e perdeu outra (CSA). E justamente esse tropeço, que terminou em confusão no Independência, deixou ainda mais minguadas as possibilidades de acesso da Raposa. Agora só um milagre para o time voltar à Primeira Divisão.

Nos cálculos dos matemáticos, um time tem mais de 99% de chance de garantir o acesso se atingir 65 pontos. Nos últimos seis anos essa pontuação foi a de corte [limite do quarto colocado] apenas uma vez, em 2015, quando o América fechou o grupo dos quatro classificados à Série A. No ano passado o Cuiabá terminou na quarta colocação e subiu com 61 pontos.

Trabalhando em cima destes números, é possível traçar alguns cenários para o Cruzeiro. Para atingir 64 ou 65 pontos, o que muito provavelmente daria uma vaga na Primeira Divisão, o time celeste, que tem 31 pontos e está na 14ª colocação, precisaria vencer 11 partidas e empatar outra, das 12 que lhe restam. Ou seja, os comandados de Vanderlei Luxemburgo precisariam de uma campanha superior a 94% de aproveitamento para atingir o objetivo do acesso. O que podemos chamar de milagre, já que o rendimento atual da Raposa com o próprio treinador está em 51,85%.

Para chegar aos 63 pontos, que dariam a um clube 96,55% de chances de acesso, o Cruzeiro precisaria no mínimo de dez vitórias e dois empates nas próximas partidas, o que também seria uma missão bem complicada, com necessidade de 88,88% de aproveitamento na reta final da competição.

As partidas que restam ao Cruzeiro terão os seguintes mandos de campo: Seis serão em casa (Brasil-RS, Botafogo, Remo, Vila Nova, Brusque e Náutico) e as outras cinco, fora (Coritiba, Avaí, Londrina, Vitória e Sampaio Corrêa). Serão confrontos com equipes dos dois extremos da tabela, tanto com o líder Coritiba quanto o lanterna, atualmente o Brasil de Pelotas.

O quarto colocado ao fim da Série B nos últimos anos atingiram as seguintes pontuações:

2020/2021: Cuiabá - 61 pontos
2019: Atlético-GO - 62 pontos
2018: Goiás - 60 pontos
2017: Paraná - 64 pontos
2016: Bahia - 63 pontos
2015: América-MG - 65 pontos
2014: Avaí - 62 pontos

Em tempo recorde, Copa Eldorado tem 20 equipes confirmadas

Foram necessárias menos de duas semanas para que a 29ª edição da Copa Eldorado, 18 agremiações já confirmaram presença na competição.

Ao que tudo indica, a Copa Eldorado 2021/2022 será um grande sucesso de público e organização, uma vez que, mesmo ainda faltando mais de dois meses para o seu início, já há definição de clubes participantes e até um esboço de regulamento. É provável que os times inscritos sejam divididos em 05 grupos de 04 equipes. Depois de jogarem entre si, ao final das três rodadas, os 04 melhores colocados de cada chave e o melhor 5º colocado deverão seguir para a fase de oitavas-de-final. Esta fórmula ainda não está oficializada.

As equipes confirmadas até o momento são: Bar Sem Lona, Curitiba, Industrial, Águia Esporte, Expresso Progresso, NF Amigos, Sociedade Esportiva Santa Rosa, Independente Futebol Clube de Pompéu, Ideal Sport Club, Montreal Esporte Clube, AFP / Cooperlíder, Líder Automóveis e Seguros / Lontra, Paulinho Santo André, Garimpeiro / União do Morro, Reitran, CAP do Progresso, Curiango, Corinthians Esporte Clube, Serra Verde e Deportivo Raça já estão inscritos. A Copa deverá ser realizada com esses 20 clubes participantes, a menos que haja uma procura muito grande nos próximos dias. Neste caso, a coordenação estudará a possibilidade de abrir mais 04 vagas, realizando a competição com 24 agremiações.

Com relação ao calendário, ficou definido que o início do campeonato será no primeiro final de semana de dezembro (04) e o término deverá ocorrer dentro do mês de janeiro de 2022, desde que não haja adiamento de alguma rodada em função do período chuvoso.

A Copa Eldorado 2021/2022 será realizada mediante o cumprimento de todos os protocolos de segurança que forem definidos pelo Programa Minas Consciente, do Governo de Minas Gerais.

A premiação da Copa poderá alcançar quase R$ 10.000,00, incluindo dinheiro, troféus e medalhas. O campeão vai receber R$ 4.000,00, o vice receberá R$ 2.000,00 e o terceiro colocado ficará com R$ 1.000,00.

De acordo com o coordenador geral do evento, James Carlos Costa, o Caroba, a reunião com os representantes dos times para a entrega do regulamento e sorteio das chaves será realizada no dia 08 de novembro, quando as questões inerentes à situação sanitária de Sete Lagoas também serão discutidas com todos os envolvidos na competição.

Todas as informações adicionais e as novidades que serão implementadas nesta edição da Copa Eldorado serão divulgadas no decorrer dos próximos dias nas redes sociais da Rádio Eldorado e na programação esportiva da emissora, nos programas Tempo Esportivo (11 horas da manhã) e Eldorado nos Esportes (5 horas da tarde).

 




Publicidade

Links patrocinados MGID