Menu

Felipe Conceição acredita que o Cruzeiro está evoluindo neste início de temporada / Coluna / Álvaro Vilaça / Tempo Esportivo

Primeiro Tempo

O Cruzeiro tem conseguido alcançar as suas metas neste início de temporada. Completado o primeiro mês de trabalho com Felipe Conceição, apesar de todas as dificuldades, o time avançou para a segunda fase da Copa do Brasil e, após 04 rodadas, figura dentro do G4 do Campeonato Mineiro. Foram cinco jogos em 16 dias, desde a estreia do Estadual, em 27 de fevereiro. Apesar de algumas intempéries, o time cumpriu objetivos traçados e ainda segue em busca dos 11 titulares ideais com o novo comando.

Foto: ReproduçãoFoto: Reprodução

Com Felipe Conceição, o Cruzeiro ainda não repetiu uma formação. Seja por dificuldades médicas ou técnicas, advindas de análises do treinador. Sinal de que o técnico cruzeirense ainda busca encontrar o formato ideal do seu time.

Dos cinco jogos realizados até agora, somente três atletas foram titulares em todos: o goleiro Fábio, o lateral Raúl Cáceres e o volante Matheus Barbosa. Felipe já usou variações, na formação inicial, em todas as outras posições.

Das mudanças de um compromisso para outro, a não ser no primeiro jogo, o Cruzeiro mostrou dificuldades na transição da defesa para o ataque, principalmente na ligação entre o meio e os jogadores mais ofensivos.

Tem melhorado no segundo tempo, quando faz modificações, ganha energia com as entradas e balança as redes. Foi assim que conseguiu as duas vitórias seguidas no Estadual e cumpriu o objetivo de estar no G-4 do Campeonato Mineiro na semana de preparação para o clássico com o América.

Apesar disso, vinha demonstrando uma grande diferença em relação ao ano passado: o elevado número de finalizações. Foram 28 contra o Uberlândia, 17 contra Caldense e 18 contra a URT. Pela Copa do Brasil, 15 finalizações contra o São Raimundo-RR.

Contra o Athletic, o time voltou ao padrão do ano passado, quando a média era entre 11 e 12 conclusões. Aplicou nove finalizações, uma a menos que a equipe de São João del-Rei. As dificuldades para efetuar os disparos ocorreram, principalmente, no primeiro tempo.

Consistência foi um termo usado várias vezes na última entrevista do treinador. Em uma delas, avaliando especificamente a vitória sobre o Athletic, Conceição voltou a destacar a vitória segura, mas apontou um problema observado: a falta de agressividade no setor ofensivo.

Segundo o comandante azul, o time está num processo de crescimento. Para ele, num espaço curto de tempo, é possível perceber a evolução nos detalhes. Felipe Conceição entende que já se percebe um Cruzeiro mais forte do que quando começou o trabalho. O tempo dirá se o treinador está correto em suas análises e convicções!

Segundo Tempo

A alta no número de casos e mortes em decorrência do surto de Covid-19 tem afligido todo o Brasil. Desta forma, diversas cidades estão decretando toque de recolher, restringido horários do comércio e proibindo a prática de esportes coletivos. Em Minas Gerais, pelo menos por enquanto, não há qualquer indício de que o calendário oficial de jogos do Campeonato Mineiro possa ser interrompido, como aconteceu com o Paulista, por exemplo.

Segundo informações, a Federação Mineira de Futebol (FMF) entende que o protocolo com medidas contra a Covid-19 adotado pela entidade, e aprovado pelo governo do Estado, está satisfatório, pois cumpre as regras e determinações de segurança sanitária. Com isso, o assunto paralisação sequer foi conversado nos últimos dias.

Ainda de acordo com informações de bastidores, dirigentes da FMF entendem que o governo local "avalia bem" o que tem sido realizado nos campeonatos organizados pela federação, e que os casos da doença estão sendo "bem controlados" no futebol em Minas Gerais.

Copa América será realizada em dois países a partir de junho

A Conmebol divulgou a nova tabela da Copa América de 2021. Adiada por conta do Covid-19 no ano passado, a competição reunirá as 10 seleções do continente sul-americano. Sem convidados - Austrália e Catar desistiram de participar do torneio.

A abertura será realizada em Buenos Aires no dia 13 de junho com Argentina x Chile, na capital, e Paraguai x Bolívia, em Mendonza. A final será disputada em Barranquilla, no dia 10 de julho. Os dois países sediarão as partidas.

O Brasil ficará no grupo na Colômbia. A estreia brasileira será dia 14 contra a Venezuela. Depois, enfrenta o Peru, 18, a dona da casa Colômbia, 24, e o Equador, 28. Com dois grupos de cinco equipes, quatro se classificam.

Temporada 2021 da Fórmula I terá grandes novidades

A proposta das corridas curtas na Fórmula 1 foi finalmente aprovada em reunião realizada entre os chefes de equipe e o comando da categoria, e um dos GPs selecionados foi o do Brasil, marcado para novembro. Dentro desse novo formato, que será testado em três provas ao longo do ano, uma corrida no sábado vai servir como definição para grid do GP no domingo.

Estas corridas de classificação, que se chamarão de classificação sprint, contarão pontos para o campeonato para incentivar ainda mais os pilotos a brigarem na pista: o vencedor levará três pontos, o segundo, dois, e o terceiro, um. A prova terá 100km (ou seja, um terço da quilometragem de uma corrida normal) e não haverá trocas de pneus obrigatórias. Além do Brasil, foram escolhidos o GP da Grã-Bretanha (que será o primeiro a ter a novidade, em julho) e o GP da Itália, em setembro.

A ideia dessa mudança de formato surgiu por dois motivos: trazer algo de novo para uma temporada em que os carros mudam pouco em relação ao ano passado, e para avaliar a possibilidade de, no futuro, diminuir a duração das provas, consideradas muito longas para o público mais jovem.

Apenas nos GPs da Grã-Bretanha, Itália e Brasil, a classificação será na sexta-feira, determinando o grid para o sábado. Assim, a sexta-feira terá um treino livre de uma hora antes desta sessão de classificação, com pouco tempo para as equipes se prepararem. No sábado, haverá um segundo treino livre, também de uma hora, antes da corrida curta que vai definir o grid para o GP, no domingo. As demais provas serão disputadas no formato normal, lembrando que ambos os treinos livres de sexta-feira terão meia hora a menos a partir desta temporada.

A temporada 2021 começa no dia 28 de março com a realização do Grande Prêmio do Bahrein.

 

Álvaro Vilaça é formado em Comunicação Social e Marketing, apresentador de TV, ex-narrador e ex-repórter esportivo da Rádio Inconfidência de Belo Horizonte, Diretor de Programação e Coordenador de Esportes da Rádio Eldorado e do Jornal Hoje Cidade. Também é o responsável pela coluna de Esportes do Jornal Notícia e é professor de Negociação, Compras e Marketing das Faculdades Promove de Sete Lagoas. Pós-Graduado em Administração e Marketing.





Publicidade

Links patrocinados