Menu

Iniciativas e ações para ressocialização de egressos são tema de Audiência Pública, na Câmara

Ações para promover uma reinserção digna aos egressos do sistema prisional foram tema de Audiência Pública realizada pela Câmara Municipal. Gilson Liboreiro (SD) foi quem articulou o encontro que apresentou para a população, além de iniciativas de empresários, como funcionam os sistemas para as pessoas privadas de liberdade.

Foto: Reprodução/InternetFoto: Reprodução/Internet

O presidente da sessão pretende que os debates se transformem em “um fórum permanente porque precisamos debater sempre, a responsabilidade deve ser conjunta”. Pessoas envolvidas no sistema prisional, estudantes de direito, vereadores e população interessada no tema prestigiou o evento que aconteceu nessa segunda-feira (27).

A diretora do Sócio Educativo da cidade, Raquel Conceição, detalhou os trabalhos e oficinas desenvolvidas no espaço “que buscam colocar os jovens aptos a uma reinserção”. De acordo com Raquel, Sete Lagoas é pioneira na política que garante um atendimento qualificado ao adolescente privado de liberdade.

Um modelo de sucesso para ressocialização de privados de liberdade é o da Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (APAC) que possui uma unidade em Sete Lagoas. O presidente, Edson Abreu Júnior, falou sobre os benefícios do sistema onde os presos são os próprios responsáveis pelo funcionamento das unidades.

Abreu Júnior divulgou que a APAC da cidade tem parceria com empresas para o aproveitamento de mão de obra, uma vez que todos os recuperandos na APAC trabalham em atividades diversas. “A APAC não muda a pessoa, mas dá oportunidade para que o recuperando mude. Não adianta o preso cumprir a pena se não uma tiver oportunidade para mostrar que está pronto para ser reintegrado”.

Quem acredita nesse processo de reconstrução é a vereadora Heloísa Frois (Cidadania) que dá possibilidade de aproveitamento dessa mão de obra. “Em alguns setores temos apagão de mão de obra. Temos um parque industrial diversificado, mas há falta de formação técnica. Acredito nos projetos”, garantiu.

Em consonância com o tema da sessão, Frois comunicou que “com satisfação informo que meu APL para criação de campanha de incentivo de contratação de egressos para reinserção voltou como Projeto de Lei”. A matéria segue tramitação no Legislativo e, em breve, deve ser votado em Plenário.

Quem também atua com uma pauta de reintegração e política social é Caio Valace (Podemos). O parlamentar destacou projeto de sua autoria que vai possibilitar um salário para egressos que atuarem na administração pública. “Estamos mudando o conceito de política social em Sete Lagoas. O Peas está em fase de inclusão e vamos arregimentar várias pessoas”, garante.

Com Câmara Municipal de Sete Lagoas



Publicidade

Links patrocinados MGID