Menu

Mulher é assassinada com golpes de foice em assentamento do MST; companheiro é principal suspeito

Uma mulher de 41 anos foi morta com golpes de foice na tarde dessa quinta-feira (23) em São Joaquim de Bicas, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Assentamento Zequinha Nunes em São Joaquim de Bicas, na Grande BH — Foto: MST/ReproduçãoAssentamento Zequinha Nunes em São Joaquim de Bicas, na Grande BH — Foto: MST/Reprodução

De acordo com a Polícia Militar (PM), a mulher vivia no assentamento Zequinha Nunes desde 2020 e morava com o companheiro no local há um ano.

Testemunhas disseram que os dois discutiram à tarde e que as brigas entre o casal eram constantes.

Durante o último conflito, o homem teria pegado uma foice e golpeado a companheira. O homem de 42 anos teria fugido para uma mata que fica atrás do acampamento.

A arma usada no crime foi deixada na porta da casa da vítima.

A mulher chegou a ser socorrida na Upa de São Joaquim de Bicas mas não resistiu, ela foi atingida nas costas.

Vizinhos disseram que ficaram com medo de intervir na discussão e na briga do casal.

O suspeito não foi localizado e ninguém foi preso.

A Polícia Civil investiga o caso.

Com g1

 



Publicidade

Links patrocinados MGID