Menu

Clínica de reabilitação é interditada por suspeita de maus-tratos em Matozinhos

A Polícia Militar (PM) e a Prefeitura de Matozinhos, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, interditaram uma clínica de reabilitação de dependentes químicos, nesta sexta-feira (14), no bairro Bom Jesus. Segundo o Executivo, o espaço não cumpria exigências para o tratamento dos pacientes.

Polícia Militar em frente a clínica de reabilitação — Foto: Prefeitura de Matozinhos/DivulgaçãoPolícia Militar em frente a clínica de reabilitação — Foto: Prefeitura de Matozinhos/Divulgação

A intervenção aconteceu após denúncias de maus-tratos e precariedade do ambiente. A partir de investigações que envolveram as polícias Civil, Militar e Penal, a operação foi concluída e contou com a participação da equipe da Fiscalização de Tributos e Meio Ambiente da Prefeitura, Vigilância Sanitária, Defesa Social, Transmatoz e Obras.

Ainda segundo a prefeitura, "o espaço que deveria proporcionar um recomeço ao paciente, bem como ajudá-lo a mudar o pensamento e as atitudes lesivas causadas pelo vício, oferecia um ambiente insalubre, com quartos mofados, alimentos mal armazenados e expostos, com muita sujeira e mau cheiro".

Havia cerca de 70 pessoas internadas, entre jovens e idosos. Duas delas com a saúde bastante debilitada e com sintomas gripais severos, sendo transferidos imediatamente para a unidade de pronto atendimento da cidade.

De acordo com as investigações, outro fato que chamou a atenção é de que a própria clínica vendia cigarros, palheiros e fumo em um minimercado. Medicamentos de uso controlado foram encontrados em várias partes da casa, o que demonstra falta de cuidado de profissionais de saúde e funcionários. Os responsáveis serão investigados.

Com g1



Publicidade

Links patrocinados MGID