Menu

Suspeito de feminicídio em condomínio de Funilânda se apresenta na Polícia

Pablo Rangel Tavares, acusado de matar a companheira Marli Rocha Batista em um condomínio em Funilândia no último dia 15 de setembro se apresentou no fim da tarde desta terça-feira (21) na delegacia de Polícia Civil de Sete Lagoas. 

Foto ilustrativa/Reprodução: InternetFoto ilustrativa/Reprodução: Internet

Acusado de feminicídio, Pablo Tavares já estava com mandado de prisão em aberto, pois se suspeitava da sua fuga até para fora do país. O homem já foi encaminhado para o sistema prisional após exame de corpo de delito, praxe antes do encarceramento. 

O crime

O assassinato aconteceu no Condomínio Vale do Sol, localizado na MG-238 em Funilândia no último dia 15 de setembro. Marli Rocha Batista, em vias de separação com o companheiro, foi morta por Pablo Rangel a facadas após agredir a sogra. O homem foi buscar seus pertences, mas segundo o relato inicial, ela teria se armado de uma faca e passou a agredir a sogra, o que gerou a reação de marido. Ele tomou a faca da mulher ferindo-a, com diversos golpes. 

Na investigação preliminar da Polícia Civil, foi descartada a possibilidade de legítima defesa. O caso é tratado como feminicídio. 





Publicidade

Links patrocinados