Menu

Corpo de mulher carbonizado na Várzea é identificado e suspeito é detido

Foi identificado como de Marinês da Silva, de 45 anos, o corpo encontrado carbonizado no bairro da Várzea, em Sete Lagoas, domingo passado (11). O suspeito, Edgar Humberto da Silva, se encontra preso e é o marido da vítima.

Foto: ReproduçãoFoto: Reprodução

A Polícia Civil de Sete Lagoas investigava o desaparecimento de Marinês da Silva, que desde sábado deixou de manter contato com os familiares em Belo Horizonte. A filha e os irmãos dela desconfiaram da versão do marido, que contou à família que Marinês saiu de casa no final de semana e não voltou mais, e chamaram a polícia.

Ontem a família foi ouvida pela Polícia Civil em Sete Lagoas. O marido, Edgar Humberto da Silva, encontra-se detido.

Segundo informações, o homem tem um histórico de violência: ele tentou matar a primeira esposa, sem sucesso, matou a companheira do segundo casamento, quando cumpriu pena de mais de cinco anos, e agora, é o principal suspeito de ter tirado a vida de Marinês.

Com Plantão Regional 24h





Publicidade

Links patrocinados