Menu

Homem atira em ex-companheira e depois se mata em clínica de fisioterapia, em BH

Um homem, de 30 anos, entrou armado em uma clínica de fisioterapia na rua Juiz de Fora, no Barro Preto, na região Centro-Sul de Belo Horizonte, na tarde desta quinta-feira (26), atirou contra a ex-companheira e, em seguida, tirou a própria vida.

 Foto: João Eduardo Santana/ItatiaiaFoto: João Eduardo Santana/Itatiaia

A Polícia Militar explicou que a fisioterapeuta, de 28 anos, foi atingida por um tiro na testa. A vítima recebeu os primeiros atendimentos ainda na clínica por um médico do Exército, que estava próximo do local.

Quando os agentes do 1º Batalhão da Polícia Militar chegaram ao endereço do crime encontraram a vítima recebendo os primeiros socorros e a levaram na própria viatura da corporação para o Hospital de Pronto-socorro João XXIII.

O tenente Bruno do 1º Batalhão da Polícia Militar, que atendeu a ocorrência, conversou com a imprensa. O militar explicou que tudo indica que o suspeito tenha planejado o crime.

"A vítima trabalha nessa clínica de fisioterapia. Durante o expediente dela, o suspeito ligou para a clínica e tomou conhecimento que ela estava aqui. Após essa confirmação, ele entrou na clínica sem falar nada, atirou contra a vítima e, em seguida, atirou contra si. A mulher tinha um botão de pânico justamente devido a uma agressão que ele tinha feito contra ela. Tudo indica que esse indivíduo tenha planejado o crime. Dessa forma, ele fez com que o botão do pânico não fosse acionado. Segundo o que ficamos sabendo, o planejamento dele era deixar descarregar a tornozeleira para que ela não soubesse da aproximação dele", explicou.

Ainda de acordo com a Polícia Militar, a vítima chegou a unidade de saúde em estado grave e segue internada.

Já o suspeito morreu no local. Após a realização da perícia da Polícia Civil, o corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Belo Horizonte. A Polícia Civil vai investigar o caso.

Com Itatiaia

 





Publicidade

Links patrocinados