Menu

Fórum em BH debate intoxicação com agentes cáusticos

  • Categoria: Minas
  • A+ A A-

Todo cuidado é pouco em uma casa que tem criança. São vários perigos à espreita, diante da curiosidade infantil. E um dos principais são os produtos à base de agentes cáusticos, que, se ingeridos, podem deixar seqüelas graves e até mesmo matar. Pensando na prevenção do problema, será realizado, nesta sexta-feira (14), a partir das 8h, no Ouro Minas Palace Hotel, em Belo Horizonte, o I Fórum de Ingestão de Produtos Cáusticos, evento que conta com o apoio da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig).

Os números impressionam. Somente no ano passado os acidentes, com esse tipo de produto, foram responsáveis por 288 atendimentos no Hospital de Pronto-Socorro João XXIII (HPS) – crescimento de 54% em relação ao ano anterior (187 casos). Até outubro deste ano foram 179 casos. Após a intervenção de urgência, as vítimas da ingestão de agentes cáusticos ainda têm que se submeter a longos e dolorosos tratamentos de recuperação, que, na Rede Fhemig, estão a cargo do Hospital Infantil João Paulo II.

O que aconteceu com o estudante Jorge Luiz Oliveira, 8 anos, atesta a gravidade do problema. Morador da cidade de Paraguaçu, no Sul de Minas, ele bebeu soda cáustica diluída em água quando tinha apenas dois anos. O produto foi deixado em um copo de plástico sobre a mesa da cozinha por sua mãe, a dona de casa Creudes Santos Oliveira, 32 anos. Ela conta que nunca havia usado soda cáustica como produto de limpeza, mas, na ocasião, resolveu experimentar na faxina pesada da casa para onde acabara de se mudar.


 

AGÊNCIA MINAS



Publicidade

Links patrocinados MGID