Menu

MG: motorista com atraso no IPVA pode parcelar débito em até 12 vezes; veja como

Quase 30% dos valores que seriam arrecados com o Imposto sobre Propriedade de Veículo Automotor (IPVA) em Minas Gerais ainda não foram pagos. Para tentar equilibrar as contas, a Secretaria de Estado de Fazenda (SEF) anunciou a possibilidade de parcelamento do débito em até 12 vezes. A mensalidade não pode ser inferior a R$ 200.

Motoristas podem parcelar débito com IPVA em Minas Gerais em até 12x — Foto: Gil Leonardi/Imprensa MG/DivulgaçãoMotoristas podem parcelar débito com IPVA em Minas Gerais em até 12x — Foto: Gil Leonardi/Imprensa MG/Divulgação

De acordo com a SEF, até o dia 31 de maio, dos R$ 7,1 bilhões esperados pelo governo, somente R$ 5,1 bilhões foram quitados, o que equivale a 71,7% do total. Além disso, há mais R$ 1 bilhão atrasado, com relação aos inadimplentes de anos anteriores.

É por isso que o parcelamento também estará disponível para motoristas com débito de IPVA de anos anteriores à 2022, inscrito ou não inscrito em dívida ativa. Para acessar as opções de pagamento, o contribuinte deve acessar este link.

Para simular as formas de quitação do imposto, os motoristas precisam ter os números do CPF ou CNPJ do dono do veículo, além do Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam). Também há opção para pagamento à vista.

O sistema calcula automaticamente o valor do imposto, ajustado com multa e juros. O motorista precisa aceitar as condições para emitir o Documento de Arrecadação Estadual (DAE) e fazer o pagamento nos bancos credenciados.

O Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV) de 2022 só será emitido para motoristas com o IPVA em dia, além dos demais débitos, como a Taxa de Licenciamento eventuais multas.

Atualmente, em Minas Gerais, o documento exigido corresponde ao do ano passado. O governo ainda não especificou quando o documento de 2022 será cobrado pelas autoridades.

Com g1



Publicidade

Links patrocinados MGID