Menu

Mulher que se casou com um boneco 'dá à luz' um bonequinho em Minas

Em dezembro de 2021, o Estado de Minas mostrou o caso de uma mineira, de Rio Paranaíba, que se casou com um boneco de pano. A cerimônia, transmitida nas redes sociais, contou com cerca de 300 convidados e repercutiu na mídia nacional. Depois do casório, teve noite de núpcias num motel e viagem para o Rio de Janeiro. Praticamente todos os custos foram arcados por patrocinadores e amigos de Meirivone Rocha, de 37 anos, conhecida como Santinha.

Foto: Reprodução Internet /Redes SociaisFoto: Reprodução Internet /Redes Sociais

Depois da repercussão do casamento, veio outra surpresa: Santinha anunciou a gravidez. Em entrevista à reportagem, ela revelou que engravidou antes de se casar. Durante 40 semanas, andou pelas ruas de Rio Paranaíba com a barriga postiça. No último sábado (21/5) aconteceu o impensável: Meirivone Rocha deu à luz ao bonequinho “Marcelinho”, filho do marido de pano dela, o “Marcelo”.

O parto foi normal e teve transmissão ao vivo pelas redes sociais. Amigos se uniram e fizeram a ambientação de uma sala de parto, dentro da casa de Santinha. As “enfermeiras” fizeram todos os procedimentos como aferição da pressão, enquanto Santinha sentiu as dores das contrações e se emocionou ao ouvir o choro do recém-nascido.

“Marcelinho” nasceu com “saúde”, e Santinha já compartilha fotos da família feliz: ela ao lado do marido de pano, “Marcelo”, e do filhinho. Nesta segunda-feira (23/5) outro passo foi dado: “Marcelinho” ganhou certidão de nascimento. “Não vou parar por aí, vou fazer até o teste do pezinho nele”, contou Meirivone à reportagem.

Chá de Revelação

Antes do nascimento de “Marcelinho”, Santinha promoveu um chá de revelação e recebeu vários presentes: enxoval, fraldas, mamadeiras, etc. Solidária, ela resolveu doar tudo para “mães de verdade”.

“A única coisa que eu fiquei para mim foi umas mantinhas para embrulhar o ‘Marcelinho’”.

O quarto do bebê foi criado com a ajuda da filha dela, de 19 anos. A jovem comprou um berço na internet e pintou de azul. “Ela pensou tudo com muito carinho”.

É um teatro!

Santinha sempre deixou claro que o casamento e a gestação são um teatro. Mãe de dois filhos, de 14 e 19 anos, ela trabalha como diarista para se sustentar. Apesar de ser formada em pedagogia, ainda não conseguiu um emprego como professora. “Até me chamaram para trabalhar em Guarda dos Ferreiros, mas é longe, e a prefeitura não deu transporte. Eu não tenho carro, como eu iria? Acabei tendo que desistir da vaga” desabou.

O grande objetivo de Meirivone é chamar a atenção da mídia nacional, sobretudo de apresentadores de televisão, como Luciano Huck e Rodrigo Faro, para ganhar a sonhada casa própria. “Vivo de aluguel, tentei financiar, mas não consegui. Eu não tenho comprovante de renda, mas sigo lutando pelo meu sonho”.

A mãe que fez o boneco

Santinha revelou ao Estado de Minas que o boneco “Marcelo” foi criado pela mãe no início da pandemia. “Eu sempre gostei de forró, mas não tinha com quem dançar, aí minha mãe fez o Marcelo para mim, ele virou meu companheiro de dança”.

A mulher se apresentou em vários eventos em Rio Paranaíba e nas cidades vizinhas. Cada vez mais apegada a “Marcelo”, resolveu realizar dois sonhos: fazer um ensaio fotográfico vestida de noiva e conquistar a casa própria. Esse último ainda está em andamento. “Tenho fé em Deus que vou conseguir minha casinha. Vou balançar a chave com meus dois filhos e mostrar que nenhum sonho é impossível”.

Comentários maldosos

Depois da repercussão do casamento, em dezembro de 2021, Santinha foi alvo de comentários maldosos nas redes sociais. Questionada, ela garantiu tirar forças das críticas. “É o degrau para o sucesso da gente. Quando a gente tem luz, a gente brilha, eu não importo com as críticas. Eles criticam porque eles não me conhecem, porque aqui no Rio Paranaíba todo mundo sabe da minha luta e do meu esforço”.

Namorado real

O boneco de pano “Marcelo” não é o único homem na vida de Meirivone Rocha. Ela namora um homem de 40 anos. “Ele me respeita e aprova meu teatro” contou.

O companheiro de “carne e osso” chegou à vida de Santinha antes de “Marcelo”. “Estou junto com ele já faz sete meses. Já com Marcelo estou casada há cerca de seis meses”.

Da Reddação com Estado de Minas



Publicidade

Links patrocinados MGID