Menu

Cobrança por gasolina levou homem a matar casal de idosos e criança de 2 anos, em Minas

Um pouco de gasolina. Esse foi o motivo que levou um casal de idosos e o bisneto deles, de apenas 2 anos, a serem cruelmente assassinados em Gurinhatã, no Triângulo Mineiro. O suspeito, de 39 anos, preso nesta quinta-feira (25) em Goiás, confessou o crime e detalhou o porquê de cometer o triplo homicídio que chocou a cidade mineira de pouco mais de 5 mil habitantes.

 Foto: Divulgação/Prefeitura de Gurinhatã Foto: Divulgação/Prefeitura de Gurinhatã

Conforme o delegado Rafael Faria, que colheu o depoimento do homem, ele contou que dirigia um veículo, perto da cidade, quando acabou a gasolina. Em seguida, ele encontrou a fazenda do casal e pediu combustível emprestado até que encontrasse um posto para reabastecer.

O idoso de 64 anos convidou o suspeito para ir até sua propriedade e, no local, teria cobrado pela gasolina que daria a ele. Neste momento, o homem começou a agredir o idoso e imobilizou a mulher, de 61 anos, e a criança.

Idosa teve a vagina arrancada

O delegado descreveu ainda a violência do crime, sendo que o idoso foi morto com vários golpes de machado.

“Em seguida, ele teria adentrado novamente na residência e, já com a mulher e a criança desacordadas, desferiu diversos golpes de machado e faca na idosa. Na sequência, ele arrancou a vagina dela”, contou o delegado.

O homem ainda agrediu a criança com pancadas de cabo de machado e chegou a degolar o pescoço do menino.

Homem abriu túmulo e arrancou genitais

Após o assasinato, o homem resolveu fugir para Goiás, mas foi encontrado por policiais do estado e encaminhado para a delegacia de São Simão. Ao prestar depoimento, o suspeito ainda confessou que seria responsável por outro crime, quando um corpo foi retirado de uma sepultura e teve os órgãos genitais cortados.

Os exames de necropsia das vítimas e a perícia já foram finalizados e a expectativa é que o inquérito seja concluído em breve. O suspeito deve responder por triplo homicídio qualificado, além de vilipêndio de cadáver e violação de sepultura. Ele será transferido para o sistema prisional mineiro.

Com O Tempo




Publicidade

Links patrocinados MGID