Menu

Cão que teve pênis decepado vai passar por cirurgia; animal tem de fazer mudança de sexo

O cachorro que teve o pênis decepado por um homem não identificado, no bairro Waldemar Marchi 3, em Frutal, no final da semana passada, recebeu durante esta semana mais de R$ 6 mil em doações por meio do PIX da ONG Amigos Protetores.

Foto: Reprodução InternetFoto: Reprodução Internet

O dinheiro, que foi arrecadado graças a uma campanha da Rádio 97 FM e da divulgação do fato no Estado de Minas, será revertido para custear a cirurgia de reconstituição do órgão genital do animal.

Segundo o veterinário Luis Ricardo, da Clinivete, após passar pela primeira etapa do tratamento foi possível diagnosticar que o animal, batizado de "Bebê", está com anemia e também com a doença do carrapato. Por isso, primeiro será realizado um tratamento, que pode durar até 20 dias, para que ele se recupere.

Só posteriormente, Bebê será castrado e operado, sendo que precisará passar por uma cirurgia de mudança de sexo para que ele consiga urinar sem sentir dores.

A Polícia Civil (PC) de Frutal tenta identificar o homem que decepou o pênis do cachorro. O fato foi registrado na delegacia virtual pela cuidadora de animais Suely Oliveira. Ela relatou que, segundo o seu caseiro, o crime aconteceu quando Bebê, um dos cerca de 40 cachorros que ela cuida, teve o pênis cortado por um homem no momento em que cruzava com a sua cadela.

O delegado regional de Polícia Civil, Fabrício Oliveira Altemar, informou à Rádio 97 FM que equipe policial está em diligências para apurar provas e a autoria do crime.

Ele destacou que, recentemente, houve uma alteração na legislação de crime de meio ambiente em relação a maus tratos.

“Antigamente lavrava-se um termo circunstanciado de ocorrência, que era um crime de menor potencial ofensivo, mas agora foi alterada a pena, já que é instaurado um inquérito policial”, concluiu.

Da Redação com Estado de Minas





Publicidade

Links patrocinados