Menu

Cruzeiro vence Sampaio Corrêa e continua na liderança da Série B

Empurrado por mais de 58 mil torcedores, o Cruzeiro mostrou segurança e venceu o Sampaio Corrêa por 2 a 0 no Mineirão, em Belo Horizonte, neste domingo (22), pela oitava rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Os gols do jogo foram marcados pelos atacantes Rafael Silva e Edu, no segundo tempo.

Foto: Ramon Lisboa/EM/D.A.PressFoto: Ramon Lisboa/EM/D.A.Press

O triunfo dentro de casa fez o Cruzeiro retomar a liderança da competição nacional. O time celeste alcançou 19 pontos na tabela e ultrapassou o Bahia, segundo colocado, com 16. Além disso, a vitória foi a quinta consecutiva do clube mineiro pela Série B - a sexta na temporada.

O próximo compromisso da Raposa pela Série B será na sexta-feira (27), às 21h30, diante do Criciúma. A partida será disputada no estádio Heriberto Hülse, em Criciúma, no estado de Santa Catarina.

O jogo

Intenso desde o primeiro minuto de jogo, o Cruzeiro controlou as principais ações ofensivas do primeiro tempo. Sem ceder espaços para o Sampaio Corrêa, a equipe mineira fez valer o estilo de jogo exigido pelo técnico Paulo Pezzolano: maior posse de bola, marcação pressão e volume no ataque. No entanto, o placar continuou zerado.

A Raposa quase abriu o placar com Edu, aos 15 segundos de jogo. Após cruzamento pela direita, o atacante parou no goleiro Daniel Luiz, destaque da primeira etapa com suas belas defesas. Cinco minutos depois, Zé Ivaldo quase marcou em chute forte de fora da área.

Aos 25 minutos, uma boa notícia para o Cruzeiro. Lucas Araújo recebeu cartão amarelo após entrada dura no volante Neto Moura no meio campo, mas o árbitro Jefferson Ferreira de Moraes consultou a cabine do VAR e mudou sua decisão. O cartão vermelho foi aplicado ao jogador do Sampaio Corrêa.

No fim da etapa inicial, o Cruzeiro quase abriu o placar. Em duas tentativas seguidas, Edu e Fernando Canesin pararam no arqueiro do time maranhense. O centroavante desviou a bola na pequena área, mas o goleiro defendeu com o pé direito. Na sequência, o meio-campista chutou, e André Luiz mandou para escanteio.

Dedo do treinador

Na volta para o segundo tempo, Pezzolano fez duas mudanças e colocou o Cruzeiro ainda mais para frente. Geovane Jesus entrou na vaga de Zé Ivaldo, que havia sido advertido com cartão amarelo, e Rafael Silva substituiu Waguninho.

E a mexida do treinador deu certo logo de cara. Aos 2 minutos, Jajá fez boa jogada pela direita, cruzou para a área e encontrou Rafa Silva livre. O atacante chutou cruzado no canto esquerdo do goleiro do Sampaio Corrêa: 1 a 0.

Aos 31', Rafael Silva foi decisivo em mais um lance. Em contra-ataque pela ponta direita, ele cruzou na medida para Edu. Posicionado na marca do pênalti, o centro avante mandou para o fundo das redes: 2 a 0.

CRUZEIRO 2 x 0 SAMPAIO CORRÊA

Cruzeiro

Rafael Cabral; Zé Ivaldo (Geovane Jesus), Lucas Oliveira e Eduardo Brock; Waguininho (Rafael Silva), Willian Oliveira, Neto Moura (Rodolfo) e Rafael Santos; Fernando Canesin (Adriano), Jajá (Marcelinho) e Edu. Técnico Paulo Pezzolano.

Sampaio Corrêa

Luiz Daniel; Mateusinho, Allan Godói, Nilson Jr e João Victor (Lucas Hipólito); André Luiz, Furtado (Gabriel Costa), Lucas Araújo e Eloir (Rafael Vila); Ygor Catatau (Wesley Piontek) e Poveda (Thiago Ennes). Técnico: Léo Condé.

Gols: Rafael Silva, aos 2 min do 2ºT, e Edu, aos 31 min do 2ºT (Cruzeiro)
Cartão amarelo: Zé Ivaldo (Cruzeiro)
Cartão Vermelho: Lucas Araújo (Sampaio Corrêa)

Motivo: 8ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro
Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data e horário: 22 de maio de 2022 (domingo), às 11h

Árbitro: Jefferson Ferreira de Moraes (GO)
Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva e Cristhian Passos de Sorence (GO)
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)

Público: 58.397 mil
Renda: R$ 2.466.489,50

Da Redação com Superesportes



Publicidade

Links patrocinados MGID