Menu

Ex-diretor do Cruzeiro, Sérgio Nonato, tem carro depredado por torcedores do clube

A torcida do Cruzeiro mostra que não vai esquecer, tão cedo, as cicatrizes deixadas pela gestão de Wagner Pires de Sá. Na manhã desta terça-feira (19), o ex-diretor geral do clube, Sérgio Nonato, passou por uma situação de desespero.

Foto: Fred Magno / O TempoFoto: Fred Magno / O Tempo

Informações e fotos que circularam, inicialmente, nas redes sociais, dão conta de que Serginho foi encontrado no trânsito, no bairro Lagoinha, por quatro integrantes da torcida celeste, tendo seu carro depredado com pedras e arremesso de outros objetos. Na tentativa de fuga, ele teria batido em outro veículo. A Polícia Militar (PM) informou que um boletim de ocorrência está sendo registrado e, posteriormente, dará mais detalhes do caso.

Serginho foi, em 2020, um dos indiciados pelos crimes praticados durante a gestão de Pires de Sá, ao lado do ex-presidente e do vice de futebol Itair Machado.

A Polícia Civil concluiu a investigação de mais de um ano e indiciou os três ex-dirigentes e ainda quatro empresários pelos crimes de apropriação indébita, falsidade ideológica, associação criminosa e lavagem de dinheiro.

O Ministério Público pediu a condenação dos investigados, além da fixação de uma indenização ao Cruzeiro correspondente a 100% da perda que o clube sofreu mediante às apurações, ou seja, aproximadamente R$ 6,5 milhões.

Com O Tempo





Publicidade

Links patrocinados

 
O SeteLagoas.com.br utiliza cookies e outras tecnologias para melhorar a sua experiência!