Menu

Prefeitura abre Chamamento Público para a contratação de cinco pediatras

Toda mãe e todo pai sabem o valor do pediatra e todo mundo é capaz de imaginar o drama de não ter esse médico quando mais se precisa. A busca por especialistas em crianças é comum em todo o país, e a explicação por faltar mais pediatras que outros especialistas começa nas faculdades: os alunos de Medicina estão desistindo da pediatria. Em 2018, o Ministério da Saúde fez uma pesquisa com diretores de hospitais públicos para saber qual especialidade é mais difícil encontrar profissionais: deu pediatria em primeiro lugar.

Foto ilustrativa/Reprodução: InternetFoto ilustrativa/Reprodução: Internet

Em Minas Gerais, a realidade não é diferente. Divinópolis, por exemplo, o maior hospital da cidade fechou o pronto-atendimento infantil há pouco mais de cinco meses, conforme divulgado pelo diretor Alair Rodrigues, do Hospital São João de Deus. Na capital, Belo Horizonte, a realidade é a mesma: gestores e profissionais dos grandes centros de saúde privados demonstram filas de espera durante o dia com mais de 60 crianças com tempos de espera que chegam a 8 horas. A grande procura também tem ocasionado escalas de trabalho insalubres.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Dr. Marcelo Fernandes, no caso de Sete Lagoas, para que não haja desassistência e para facilitar o acesso ao serviço por parte dos pacientes, foi feita uma escala para o final do mês de junho, alternando os atendimentos entre o Pronto Atendimento do Belo Vale e a UPA 24 Horas. "Da segunda quinzena de junho até o fim de agosto, época onde há maior procura por esse tipo de atendimento, principalmente relacionada a problemas respiratórios devido ao tempo frio e seco, a cobertura foi intensificada na Atenção Básica e os plantões de emergência estão sendo unificados na UPA 24 Horas e no Hospital Municipal, que possuem estrutura completa para atendimentos de urgência", afirma.

Contratação de pediatras

O secretário destaca ainda que se trata de uma situação temporária e que, pela segunda vez esse ano, foi aberto chamamento público para a contratação de cinco pediatras. "Publicamos no Diário Oficial do Município no dia 15 de junho o Chamamento Público 01/2022 para a contratação de cinco pediatras, além de cadastro de reserva, para atuarem como plantonistas na Rede de Urgência e Emergência no Município. A remuneração é composta por quantidade de plantões trabalhados por mês, conforme escala, sendo R$ 1.459,26 para plantões de segunda à sexta-feira e R$ 1.824,06 para plantões em fins de semana", revela Dr. Marcelo Fernandes.

O vínculo de trabalho será por meio de contrato temporário com validade até 31 dezembro de 2022, podendo ser renovado por mais um ano. Os critérios adotados para processo de seleção e análise de currículos serão: cursos de especialização na área (Curso de Medicina com especialização em Pediatria e registro regular no Conselho Regional de Medicina (CRM); e tempo de experiência na rede do SUS e/ou rotina hospitalar. Os interessados deverão encaminhar currículo até o dia 5 de julho para o e-mail recrutamento.saude@setelagoas.mg.gov.br, inserindo no campo de assunto “Vaga Pediatra”.

Com Prefeitura de Sete Lagoas



Publicidade

Links patrocinados MGID