Menu

Hemominas realiza oficina de captadores em BH

  • Categoria: Brasil
A Fundação Hemominas, em parceria com o Ministério da Saúde, realizou nesta quinta (16) e sexta-feira (17), no auditório do Hemocentro de Belo Horizonte, a “V Oficina de Captadores de Doadores de Sangue da Região Sudeste”. O objetivo da oficina foi a troca de informações e experiências para traçar metas e definir novas estratégias para a captação de doadores de sangue.

Participaram do evento representantes dos hemocentros da região Sudeste, captadores de toda a rede Hemominas e representantes do Comitê Nacional de Assessoramento Técnico em Captação de Doadores Voluntários de Sangue, que é composto por um representante de cada região do país.

Vânia Lúcia Melo, da Coordenação da Política Nacional de Sangue e Hemoderivados do Ministério da Saúde, informou que oficinas como esta já ocorreram em outras regiões do país. “Nas oficinas são apresentados os resultados de cada hemocentro da região. A partir dos resultados apresentados, o Ministério da Saúde vai redefinir alguns conceitos e criar estratégias para melhorar a distribuição de recursos”, disse.

A gerente de captação de doadores da Fundação Hemominas e representante regional do Comitê Nacional de Captadores, Heloisa Gontijo, afirmou que esta oficina é muito importante para discutir as particularidades de cada região. “Nosso país tem uma grande diversidade, o que dificulta o trabalho de traçar metas nacionais. Com este encontro, definimos metas regionais, que são traçadas de acordo com o perfil da região, facilitando e objetivando o trabalho de todos”, declarou.

A participação nas oficinas permite verificar as dificuldades de cada região e traçar estratégias de melhorias. Maria Luiza Pereira, representante da região Norte no Comitê Nacional de Captadores, afirmou que pôde perceber o quanto o doador é peça fundamental em todas as regiões. “Participar dos encontros foi maravilhoso. Apesar das diferenças regionais temos algo em comum que é o cuidado e a atenção com o doador, que é peça fundamental no nosso trabalho”, finalizou.

O trabalho do captador - O captador de doadores de sangue faz um trabalho educativo, tendo em vista que a comunidade precisa receber informações corretas sobre a doação de sangue e a importância da sua participação no processo. Ele deve motivar todos os segmentos da sociedade a efetuar a doação, enfocando-a como uma questão de responsabilidade e compromisso social de todo cidadão saudável.
 
 

 
 
AGÊNCIA MINAS

Publicidade

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Joyeix -  Entrou 31/10