Menu

O que é administração de empresas?

Administração de empresas é um emaranhado de técnicas e conceitos difundidos nas faculdades ou no mundo dos negócios?

Isto também é ensinado e não deixa de ser importante, mas o que vamos falar é algo muito maior, está relacionado com a principal ferramenta já construída – você. Isso mesmo, pessoas.

Administração de empresas é antes de tudo – seres humanos.

Como seus funcionários são recrutados, organizados, geridos, apoiados, desenvolvidos e recompensados, para alcançar os objetivos da sua empresa?

A grande força da administração de empresas é a capacidade de tornar eficazes os pontos fortes das pessoas, bem como minimizar impacto das fraquezas.

A gestão desta administração de pessoas torna-se fator crítico para qualquer empresa.

Gerir bem as pessoas e desenvolver a sua empresa é vital para a sua capacidade de melhorar o que hoje tem mais valor - serviços. Trata-se de garantir que sua empresa seja flexível e capaz de se adaptar em meio a tantas mudanças para fazer o melhor uso da sua força de trabalho.

Trata-se de recrutar as pessoas certas para os lugares certos, controlá-las eficazmente num desenvolvimento constante de suas habilidades.
Isto significa que você deve se esforçar para construir uma força de trabalho com o número certo de pessoas, nas funções certas e com as competências necessárias para garantir a prestação mínima de serviços que mercado exige hoje - excelente.

A forma como uma empresa colabora e contribui para a sociedade em que está inserida, no seu papel de geradora de emprego, produtora de bens ou serviços é a soma de habilidade, esforço e dedicação das pessoas que compõem a organização.

A idéia de que não se ganha guerra com soldado despreparado, mesmo com as melhores armas, faz jus ao termo “guerra nos mercados pelos concorrentes”, por analogia.

A empresa é um quartel, a administração o comando – capacitar a empresa e a cada um dos seus funcionários (colaboradores) deve ser a palavra de ordem para desenvolver e fortalecer o grupo, sempre lembrando que as mudanças são constantes.

Toda empresa deve ser um lugar de aprendizagem constante, o que pode ser feito através de desenvolvimento e treinamento dos bravos, que mantém o posto de funcionários combatentes.

As empresas abrigam diversos talentos, pessoas com habilidades, conhecimentos, culturas e pensamentos diferentes. Saber lidar com esta diversidade de fatores é o que faz do comando da empresa um setor de inteligência desafiadora onde as teorias comportamentais têm um enorme peso científico.

São pessoas que fazem qualidade, que buscam produtividade, que enxergam as inovações, que convertem ações em resultados financeiros e principalmente são pessoas que ganham posição no mercado e que fincam a bandeira da empresa e a defendem bravamente como se fosse sua.

Falar de resultados sem medir a produtividade é retórico. O desempenho da organização deve necessariamente ser medido na sua quantidade e qualidade, para uma avaliação mais criteriosa. Afinal guerra é assim, a sobrevivência da empresa depende em garantir seu território.

Toda empresa tem que entender bem seu melhor recurso: as pessoas. Os objetivos são alcançados por pessoas através da união de seus trabalhos.

O objetivo da empresa é o compromisso desmembrado em metas e valores compartilhados. Isto nos faz imaginar que sem compromisso (objetivo) não existe empresa – vira um bando de funcionários, cada um por si, defendendo o seu maior interesse – seu salário.

O objetivo tem que ser claro, unificando todas as metas. Como conseqüências têm uma visão mais clara, ditando o rumo e velocidade desta grande máquina que chama empresa.

A administração de empresas, na sua interferência mais útil, produz as metas de acordo com interesses maiores - os financeiros.
Sonho ainda com o dia em que, pelas tantas razões expostas, o conhecimento de administração de empresas possa vir a ser reconhecido pela relevância e impacto na prática da gestão empresarial.

Esta gestão é a mesma que torna o trabalho mais produtivo o que, diga-se de passagem, é fazer mais com menos – economizar um Real na empresa é mais fácil que recebê-lo do cliente. E se não sou um bom gestor, haja cliente para alimentar o sumidouro de dinheiro instalado no departamento financeiro.

Porque se tratando de empresa, o negócio não é apenas investir dinheiro - o seu investimento também deve ser de idéias - e sinceramente, nunca vi uma máquina falar: pára tudo que tive uma idéia! Isso é coisa de gente.

E por fim, é válido lembrar que o resultado de qualquer empresa é ditado pelo cliente.

O que se espera é um cliente satisfeito em reflexo dos processos internos da empresa, da melhor prestação de serviços – é a sua gente influenciando positivamente na decisão e fidelização deste cliente.

Vamos através da administração de empresas desenvolver seus funcionários?

Quero ver sua empresa forte!
 

Wagner Alessandro Nogueira é Administrador de Empresas e Consultor em Gestão Empresarial. É o responsável técnico pela empresa Office br Consultoria. Relevante participação e conhecimentos de Gestão Comercial de Pequenas e Médias Empresas, Especializando para Micro e Pequenas Empresas (especialmente as Familiares). Consultoria nas atividades Administrativas, Financeiras e Marketing. Professor de Curso Técnico em Administração de Empresas, Consultor e Instrutor em Gestão de Tecnologia Empresarial e Negócios Eletrônicos.
 
Contatos:
Twitter: twitter.com/officebr
Site: www.officebr.com
Tel: (31) 9851-8422   


Comentários   

Mateus de almeida
0 #1 Mateus de almeida 20-03-2012 19:22
Professor Boa Noite.
Estou fazendo Graduação em Logistica(super ior tecnologo), e pretendo fazer o pós graduação em Gestão empresarial será que encontrarei muinta dificuladade? ou me aconsehlaria fazer uma outra
Citar

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Joyeix -  Entrou 31/10